Domingo, 30 de Março de 2008

BADEN-POWELL é nome de montanha no Nepal

 

Baden Powell é nome de montanha no Nepal 

 

                  Um dos picos mais altos do Nepal foi baptizado com o nome de Baden Powell. O Ministério da Cultura, Turismo e Aviação Civil do Reino do Nepal decidiu atribuir a um pico de 5.890 metros de altitude o nome do fundador do escutismo, Lord Baden Powell. Esta decisão veio no âmbito das celebrações mundiais do centenário do escutismo em 2007. Este monte está situado na região de Lamtang, no distrito de Rasuwa, e o seu nome na língua local é Monte Urkema. Já foram identificados 1.311 picos no Nepal e o governo permite que apenas 326 deles sejam escalados e o agora chamado Monte Baden Powell nunca foi escalado.

                     Espera-se que o monte com o nome de Baden Powell se torne num ponto de expedições de escaladores de todo o mundo, em particular de escuteiros. Importa ainda referir que Baden Powell é o segundo estrangeiro a ter o seu nome atribuído a uma montanha do Nepal. O primeiro, e único até agora, foi George Everest."

publicado por fna-nucleodeesgueira às 12:18

link do post | comentar | favorito
Sábado, 29 de Março de 2008

XXV CONFERÊNCIA MUNDIAL DO ISGF



De 21 a 26AGO08, vai realizar-se em Viena de Austria a XXV CONFERÊNCIA MUNDIAL da Internationel Scout and Guide Fellowship (ISGF), sobre o tema:

"TOGETHER FOR A BETTER WORLD"
(Junto por um mundo melhor)
publicado por fna-nucleodeesgueira às 23:22

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 26 de Março de 2008

ABRIL - Mês de S. JORGE (23Abr)

No livro escutismo para rapazes, Baden Powell referiu-se aos Cavaleiros da Távola Redonda, à Lenda do Rei Artur e a São Jorge que era o seu santo protector. B.P. disse:

"São Jorge é também o patrono de todos vós, escuteiros, em qualquer lado onde estiverdes. Por isso todos vos devereis saber a sua história, pois São Jorge é um exemplo sempre vivo do que um escuteiro deve ser. Quando ele enfrentava o perigo ou situações temerosas, quanto mais difíceis elas pudessem ser, mesmo na forma de um dragão – ele nunca as evitava ou tinha medo. Enfrentava-as sim, com todo fervor sem procurar descanso. É esta exatamente a forma com um escuteiro deve enfrentar uma dificuldade ou um perigo, não importando o quão grande e terrífico ele possa parecer. O escuteiro deverá enfrentá-lo com confiança, usando todas as suas forças possíveis e ultrapassando-se a si próprio. Provalvelmente terá sucesso”.

Dia 23 de Abril é dia de São Jorge e nesse dia , os escuteiros deverão lembrar-se da sua promessa e da lei de escuta. Não que um escuteiro a deva esquecer nos outros dias, mas o dia de São Jorge é um dia especial para reflectir sobre ela.

Pensa-se que São Jorge tenha nascido na Capadócia, Ásia Menor, e tenha vivido no tempo do Imperador Romano, Dioclétio (245-313 d.C.)- Filho de um homem que morreu pela Fé, fugiu com a mãe para a Palestina, onde se expôs à cultura romana. Tornou-se então um cavaleiro de elevado grau hierárquico na Legião Romana. Sob ordens do Imperador Romano, recusou-se a perseguir Cristãos, na região onde é hoje a Palestina, sendo por isso preso, torturado e decapitado a 23 de Abril de 303 d.C. Conta-se que ao ser torturado fez o sinal da cruz e todas as estátuas dos Deuses romanos caíram. A imperatriz Alexandra ao ver este milagre, decidiu converter-se sendo posteriormente morta pelo marido.

São Jorge foi canonizado em 494 d.C., pelo Papa Gelásio proclamando-o um daqueles cujo nome “será referido entre os Homens, mas cujos actos serão conhecidos apenas por Deus”.

A lenda de São Jorge é a lenda alegórica do Bem contra o Mal. O próprio nome vem do Grego e significa homem da Terra.

Conta que um dia o nobre cavaleiro São Jorge cavalgou para a cidade pagã de Silene onde é hoje a Líbia, para descobrir um povo atormentado por um dragão que se alimentava com um cidadão por dia. A próxima vítima seria Cleolinda, a filha do Rei. Mas São Jorge combateu o dragão com coragem moral e física, que um escuteiro deve tentar atingir, libertando o povo do seu opressor convertendo-o ao Cristianismo.

publicado por fna-nucleodeesgueira às 15:13

link do post | comentar | favorito
Domingo, 23 de Março de 2008

BADEN POWELL

publicado por fna-nucleodeesgueira às 22:59

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 18 de Março de 2008

ACAMPAMENTO NACIONAL

 

Está confirmada a realização do Acampamento Nacional da Fraternidade de Nuno Álvares, no Verão de 2009.

A Direcção Nacional e a Direcção Regional de Lisboa reuniram no local do Acampamento – Sintra – e ficaram definidas as linhas mestras de actuação, chefia do acampamento, local e data.

publicado por fna-nucleodeesgueira às 10:38

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 17 de Março de 2008

PÁSCOA 2008 - MENSAGEM DO BISPO DE AVEIRO


 

 


Da peregrinação interior ao serviço dos irmãos, para que em Cristo Ressuscitado haja vida nova para todos


1. Outrora Deus ouvira o clamor do Povo e a libertação aconteceu. Agora, em nome de Deus, uma voz clamara a preparar o anúncio da Boa Nova do Reino e surgiu uma escola de discípulos no interior de uma multidão disponível para acolher o convite à conversão e iniciar o regresso da Humanidade a Deus.

Um longo caminho foi percorrido pelos Israelitas entre a hora da libertação e o dia da plena realização da promessa, às portas da terra da liberdade, da justiça e da aliança.

À beira da cidade, na terra encontrada e habitada por um Povo que Deus libertou, Jesus escolhe o deserto, a oração e o jejum para preparar o tempo da nova aliança e abrir caminho à plenitude da redenção.

No horizonte do tempo, no percurso do êxodo e na meta anunciada pelo Evangelho está sempre a esperança da libertação e a certeza da Páscoa.

O “Evangelho não é apenas uma comunicação de realidades que se podem saber, mas uma comunicação que gera factos e muda a vida” (Spe Salvi, n.º2).

À luz do Evangelho, a Quaresma é este tempo onde a vida se renova e a Humanidade se transforma a partir do íntimo das pessoas e do coração das comunidades, para que a Páscoa aconteça como dom de Deus ao seu Povo e celebração da morte e ressurreição de Jesus.

Neste sentido, importa reavivar o Baptismo fortalecendo a consciência cristã e a comunhão eclesial.

A Quaresma é um tempo especialmente propício à celebração do Sacramento da Reconciliação. Vivamo-lo com alegria, como experiência de conversão e como caminho de graça e de santidade.

Aprofundemos igualmente a oração pessoal e comunitária. Abramo-nos à graça de Deus em oportunidades criativas e momentos intensos de oração, de adoração e de contemplação que tantos dons nos prodigalizam e tão necessários se revelam neste nosso tempo.

 

 

2. A Diocese de Aveiro é chamada a viver esta Quaresma em comunhão com a mensagem do Santo Padre Bento XVI e em sintonia com o Plano diocesano de Pastoral, voltada para o serviço aos mais pobres, acolhendo as propostas quaresmais que urge desenvolver em cada comunidade cristã e em todos os movimentos e organismos apostólicos.

A oração, a reflexão, a esmola, o jejum e o testemunho de partilha afirmam de modo inequívoco e pedagógico a presença cristã no mundo e abrem caminho à novidade do Evangelho na vida das pessoas, das comunidades e das instituições.

São muitas as pessoas, as comunidades, as instituições, os movimentos e os serviços diocesanos de pastoral a viver com alegria e com verdade a esperança e a oportunidade que a Quaresma nos oferece, para que, em Cristo ressuscitado, haja vida nova para todos.

 

 

3. Ajuda-nos ainda mais neste tempo a oportuna e sempre necessária Palavra de Deus acolhida no silêncio, de coração livre e reconciliado. Valorizemos esta abertura à Palavra de Deus na vida e na missão da Igreja, preparando o Sínodo dos Bispos que se avizinha.

Guiam-nos neste caminho de conversão, de novidade cristã e de fascínio evangélico, a vida e o exemplo de S. Paulo neste ano jubilar que lhe é dedicado. A fidelidade de uma vida apaixonada por Cristo, vivo e ressuscitado, e a entrega corajosa ao serviço do Evangelho ensinam-nos o caminho e os passos, a linguagem e a palavra, a urgência e a missão. “Ai de mim se eu não evangelizar!”(1 Cor 9,16).

Esta paixão de Paulo pelo Evangelho, este amor à Igreja nas pessoas e nas comunidades concretas e este gosto sentido e afirmado de ser apóstolo de Cristo fazem-se hoje escola de novos discípulos, escola de vocação, de alegria e de santidade que são critérios e paradigmas fundamentais da vida e da missão dos discípulos.

 

 

4. Ser discípulo de Cristo e “ viver para Ele significa deixar-se envolver no seu ser para os outros” (Spe Salvi, n.º28).

O esforço de conversão e a exigência de verdade a que o discípulo de Cristo é chamado educam-nos para este ser para os outros através da generosidade e da partilha fraterna, aprendendo a viver com sobriedade, com preocupação pela justiça e com ousadia da caridade, defendendo os valores humanos fundamentais da vida, da pessoa e de um humanismo solidário. Seremos, assim, luz de esperança, percursora de um mundo novo, se caminharmos na Luz que é Cristo.

O discípulo de Cristo, sempre em atitude de acolhimento e de entrega, a exemplo do Mestre, vai ao encontro dos pobres e dos que sofrem, providenciando respostas que sejam soluções para as causas da pobreza, da injustiça e do pecado.

Unir o mandamento primeiro do amor a Deus com o mandamento novo do amor aos irmãos constitui o cerne do Evangelho e afirma o essencial da identidade cristã.

O amor de Deus exprime-se, revela-se e cumpre-se na nossa responsabilidade pessoal e comunitária pelo outro que é o nosso irmão, independentemente da sua fé, cultura ou condição. Para o cristão dar é dar-se e amar a Deus é servir.

É na base deste imperativo cristão e da prioridade pastoral dada à evangelização que passa necessariamente pelo serviço da caridade que somos chamados a “edificar a cidade” e a construir o futuro com justiça e com esperança, abrindo caminhos para um mundo com Deus, porque “nunca é tarde demais para tocar o coração do outro, nem é jamais inútil”(Spe Salvi, n.º48). Este mesmo espírito preenche e inspira diariamente iniciativas pastorais como a ceia com calor, os itinerários de catequese e de pastoral juvenil e vocacional, os cursos de Doutrina Social da Igreja, as Escolas Arciprestais, a Visita Pastoral e tantas outras que percorrem com renovado dinamismo a nossa vida diocesana.

 

 

5. Também neste espírito e com este sentido de corresponsabilidade cristã e de partilha generosa e solidária, a Igreja de Aveiro destina a renúncia quaresmal deste ano à Casa Sacerdotal, às Florinhas do Vouga e à Diocese de Brejo no Maranhão, Brasil.

A Casa Sacerdotal será, em resposta à necessidade sentida e à vontade expressa do Clero, uma das formas de melhor servir e acompanhar os sacerdotes idosos e doentes e os familiares que a eles e à Igreja se dedicaram; as Florinhas do Vouga são uma instituição diocesana destinada a servir os mais pobres, ignorados ou esquecidos, de qualquer idade e em toda a área diocesana, criada pelo primeiro bispo de Aveiro, falecido há precisamente cinquenta anos, e que cumpre agora um sonho antigo e uma necessidade premente - a construção do edifício sede; a diocese de Brejo no Maranhão é uma Igreja irmã com reduzidos recursos humanos e materiais, a braços com enormes carências, onde trabalha um sacerdote em missão, membro do nosso presbitério diocesano. São muitas assim as razões que nos levam a olhar a realidade com outro olhar e nos abrem caminho à nossa generosidade fraterna, à nossa caridade cristã, ao nosso sentido missionário e à nossa renúncia quaresmal.

 

Que Maria, Mãe sempre solícita, nos anime e fortaleça neste caminho de conversão e de fidelidade a Cristo, nesta missão de evangelização do mundo e nesta escola de serviço atento e solícito aos irmãos, sobretudo aos mais pobres.

Ela que esteve junto à Cruz de Seu Filho, estará sempre presente junto daqueles que, pelo mistério pascal, se tornam filhos no Filho e, portanto, nossos irmãos.

Que a Estrela da Esperança, como a invoca Bento XVI, nos ajude a crescer na alegria da filiação divina e na esperança da fraternidade humana.

 

 

Aveiro, 6 de Fevereiro, Quarta-feira de Cinzas, início da Quaresma de 2008,

 

 

D. António Francisco dos Santos, Bispo de Aveiro

publicado por fna-nucleodeesgueira às 12:15

link do post | comentar | favorito
Sábado, 15 de Março de 2008

POR TERRAS DO CARAMULO

POR TERRAS DO CARAMULO


 


Era 06h00 do dia 15MAR08 (Sábado),  tal como tinha prometido as previsões meteorológicas a chuva fez-se apresentar, mas desta vez, como diz o povo " ... a cântaros ...".

Era hora, também, de preparar a mochila e embarcar para Águeda acedendo ao convite do Núcleo de Águeda, para um passeio pedestre por terras do Caramulo.

Houve quem equacionasse a sua não ida devido à chuva e ao frio.

Mas com bom tempo todos partem para as suas actividades, etc, etc, mas só os BRAVOS da FNA não se deixam ficar em casa.  Pelas 08h00, um a um, os 40 (quarenta) fraternos que haviam feito a sua inscrição, acabaram por chegar.

A primeira vitória estava ganha. A chuva não nos intimidou.

Já em terras do Caramulo, antiga estância Sanatório ( cura da tuberculose), hoje quase um deserto, foram criadas 2 (duas) Patrulhas, a "CAMELO" e a "ANDORINHA". Dadas as coordenadas por GPS, era a hora de iniciar os trilhos.


Com chuva, muita alegria e com "velhas" canções escutistas ouviasse ecoar pela serra do Caramulo 

" O ESCUTA ALEGRE

TEM, TEM, TEM
CORAÇÃO PURO,
VONTADE DE FAZER BEM ..."

Eram os BRAVOS DA FNA.

A jovialidade de uns e a experiência de outros, todos acabamos por cumprir a finalidade, acabar o nosso percurso. Masssssssss que percurso, onde as subidas e o seu declive nos faziam "tremer", pois até os "BRAVOS" se amedrontam.

Houvesse taças para distribuir, o quanto seria difícil achar o verdadeiro campeão.

 
 
 

Pelas 17h00 o cansaço era patente no rosto de todos, mas houve força para uma última canção, desta vez a "CANÇÃO DO ADEUS" e como cantavamos " ... COM A VONTADE DE VOLTAR ...".

Parabéns Núcleo de Águeda e daí venha outra actividade.

 
publicado por fna-nucleodeesgueira às 23:11

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 3 de Março de 2008

UNIÃO EUROPEIA - Lança concurso fotográfico para promover o diálogo intercultural

UE lança concurso fotográfico para promover diálogo intercultural



No âmbito do Ano Europeu do Diálogo Intercultural 2008, a Comissão Europeia lançou a iniciativa fotográfia "Culturas da minha rua" aberto a todos os residentes dos 27 Estados-Membros da UE.
A iniciativa pretende desafiar os europeus a fotografar a sua visão do diálogo intercultural e a partilhá-la com o mundo.

Na ocasião do lançamento desta competição europeia, Ján Figel', Comissário para a Educação, Formação, Cultura e Juventude, afirmou que “a Europa mudou muito nos últimos anos”.

Acrescida à expansão da União, a maior mobilidade entre as suas fronteiras e um aumento dos intercâmbios com o resto do mundo, mostrou também “que a diversidade na Europa é uma realidade e os europeus estão a interagir com um número cada vez maior de pessoas de diferentes culturas”.

O concurso fotográfico da União Europeia que “incentivar todos os que vivem na Europa a mostrar a sua visão sobre diálogo e diversidade. Queremos ver o que significa o diálogo intercultural para os europeus hoje e de que forma o experienciam nas suas vidas."

Lançado no passado dia 3 de Março, o concurso de fotografia "Culturas da minha rua" disponibiliza informações em www.street-cultures.eu, onde os os participantes podem inscrever-se até 30 de Junho.

Todos os residentes europeus, independentemente da idade ou origem são convidados a participar no concurso. Não há limites para a imaginação e a inspiração pois as fotos podem ter como base temas tão diversos como a educação ou da religião, da ciência ou da cultura, a migração, os grupos minoritários ou juventude, ou simplesmente a vida quotidiana.

publicado por fna-nucleodeesgueira às 12:03

link do post | comentar | favorito

.Bandeira de Núcleo

FNA - Esgueira (Bandeira)(tamanho pequeno) FNA - Bandeira de S. Nuno de Santa Maria (tamanho

.posts recentes

. FNA - Núcleo de Esgueira,...

. POLÍTICA, terreno privile...

. CONVOCATÓRIA

. FNA - Núcleo de Esgueira,...

. JOTA/JOTI 2014

. INICIO DE ANO ESCUTISTA 2...

. Votos de uma Boa e Santa ...

. FNA - Núcleo de Esgueira,...

. Eleição para o CFJNac

. NATAL 2013

. FNA - Núcleo de Esgueira,...

. FNA - Núcleo de Esgueira,...

. CONVOCATÓRIA

. FNA - Núcleo de Esgueira,...

. Faleceu D. António Marcel...

. CONVOCATÓRIA

. FNA - Núcleo de Esgueira,...

. FNA - Núcleo de ESGUEIRA,...

. ...

. Padre Armando toma posse ...

.arquivos

. Março 2015

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008



.links

.Galeria de fotos

.Março 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31
blogs SAPO

.FNA - Núcleo de Esgueira